terça-feira, 1 de setembro de 2009

É fácil ser pastor...

"A ordem de Jesus à Pedro foi 'apascenta as minhas ovelhas', não foi faça experiências com minhas cobaias, e nem ensine novos truques aos meus cães" C.S.Lewis



É fácil ser pastor...
...Quando a ignorância na Igreja não é vista como um inimigo a ser vencido, mas um importante aliado, copiando descaradamente o modelo governamental secular.

Quando se confunde a Igreja com propriedade particular, e aí cumpre-se o dito ambíguo que diz que o problema de alguns pastores é “que eles fazem na vida pública o que fariam na privada!”Quando encher os bancos (da Igreja) a qualquer custo é a meta, e encher os outros bancos é o objetivo; Quando pregar é uma diversão e nunca uma responsabilidade, e aí se usa as oportunidades para entreter e divertir e nunca para ensinar e conscientizar.
Quando as agendas cheias transformam tarefas, como aconselhar, em uma "prática" (e terrível!) declamação da sabedoria duvidosa dos gurus da auto-ajuda.

Quando ouvir o aflito e angustiado está fora de cogitação. É mais fácil dizer: "reunam todos os quebrados aqui na frente que farei um clamor por atacado", e tudo resolvido...
Quando o referencial de gente bem sucedida é a classe política, os charlatões e os estelionatários da fé.


Quando estar acima da crítica é mais importante do que estar do lado da verdade.
Quando a relação com os demais obreiros é a de chefe e empregados, e nunca de companheiros na mesma luta.
Quando se busca a própria glória, o tapinha nas costas, a bajulação
Quando não existe o menor esforço para ver Cristo formado nos irmãos
Quando a única reforma que se conhece é de tijolo e cimento, e nunca do pensamento e da vida
Quando o púlpito é o lugar mais escancarado da Igreja, que precisa ser ocupado por quem tem habilidade com manipulação das massas; e os métodos e as técnicas são mais apreciados do que conteúdo bíblico e teológico.
Quando os interesses e prioridades não são os de Cristo e do Reino, mas da cúpula e do império.


Enfim, é fácil ser pastor, quando se atropela a orientação da Palavra de Deus. Sim, é tudo muito fácil, "extremamente fácil", mas exige uma coragem imensa porque um dia se prestará contas ao Sumo-Pastor!


Àquele que nos guia aos "pastos verdejantes e as águas tranquilas" seja a Glória, o Poder e o Domínio pelos séculos dos séculos!

5 comentários:

  1. excelente post e infelizmente, é isso mesmo que se vê, cada dia mais, em várias denominações... :-(
    fica na Paz!

    ResponderExcluir
  2. è Silvia...infelizmente isso não é nem a ponta do iceberg...
    mas graças a Deus, que sempre desperta alguem para fazer diferente!
    Na paz daquEle que não nos confunde!

    ResponderExcluir
  3. Shalom!

    Uma alegria conhecer seu blog.

    Que o Eterno resplandeça o rosto Dele sobre ti!

    Deixo Sl 16.11

    Um abraço, Pr Marcelo


    Visite: http://davarelohim.blogspot.com/

    E veja o texto:

    As credenciais de João Batista

    ResponderExcluir
  4. Ola francisco, nao é fácil - ser um bom pastor - esse só jesus - e ele ainda nos disse que bom mesmo - era o Pai.

    Irmão estou seguindo seu blog.

    se tiver um tempo visite o nosso e siga-o tambem ok
    temos bons textos para uma boa leitura.

    ps - Deus conhece o teu assentar e o teu levantar - portanto descanse no poder dele e fique em paz.
    Sl 139:1

    ResponderExcluir
  5. Francisco realmente é a dura e crua realidade a 2ª reforma é pra já , isso se houver tempo !!!

    ResponderExcluir